anúncios facebook guia

Facebook Ads Que Funcionam: Guia Passo a Passo

Pedro Holstein Uncategorized 0 Comments

anúncios facebook guia

O Facebook continua a ser a maior rede social do mundo.

Mais de 2 biliões de utilizadores. Nos países de língua portuguesa, 97% das partilhas sociais vêm desta rede.

Se quer tirar partido dos anúncios no Facebook, tem de conhecer o seu público-alvo. A seguir, tem de criar um anúncio só para esse público, focado nos seus desejos, interesses e necessidades.

Vou mostrar-lhe o processo, passo a passo, que permite criar Facebook Ads que funcionam. Receba mais cliques e aumente a suas vendas. Tudo ao preço mais baixo possível.

Bónus Exclusivo: Faça Download deste mega artigo de 4000 palavras em PDF e receba ainda 2 estratégias avançadas  (não incluídas no artigo original).
 

Porquê os Facebook Ads?

 

Porque quer anunciar no Facebook? Qual é o seu objetivo com esses anúncios?

Isto é mesmo importante. O Facebook é uma boa ferramenta para:

  • Aumentar a sua presença social
  • Chegar ao seu público ideal
  • Ter uma forma de comunicar com esse público

página inicial Facebook

Antes de começar, quero deixar um conselho. O Facebook apoia ao seu negócio mas não é a sua base. Não ponha o seu trabalho, a sua empresa, nas mãos de outra empresa. Se o Facebook quiser, pode fechar a sua página sem aviso prévio e sem qualquer tipo de justificação.

Uma página do Facebook serve para publicitar o seu site. Não o deve substituir.

Os Facebook ads ajudam-no a crescer, quando usados da forma certa. Aumentam as visitas ao site e as vendas do seu produto. Vamos ver, passo a passo, como é que isso se faz.

1º Passo – Escolher o Editor de Anúncios Melhor Para Si

 

Vamos começar pelo básico. Se já sabe esta parte, pode saltar para o próximo passo do artigo.

A primeira coisa que tem de escolher é qual o editor de anúncios que quer usar. Tem duas opções:

  • Power Editor
  • Ads Manager

Power Editor Facebook

O Power Editor é a ferramenta mais completa. Permite-lhe criar campanhas mais avançadas, utilizar listas de contactos que tenha e ter acesso a mais dados. É utilizada por empresas de grande dimensão ou especialistas em anúncios do Facebook.

Gestor de Anúncios Facebook

O Ads Manager é a ferramenta utilizada pela maior parte das pessoas. É mais simples, intuitivo e serve o propósito da maior parte das pessoas interessadas em anunciar no Facebook.

Se está a começar, recomendo o Ads Manager. Quando tiver mais experiência e conhecimento dos anúncios do Facebook, o Power Editor irá permitir maior controle sobre a sua campanha.

2º Passo – Escolher Um Objetivo

 

Agora que já sabe qual editor usar, está na altura de escolher o seu objetivo.

Porque quer usar Facebook ads? Qual é o seu objetivo? Existem 11:

  • Promover as suas publicações
  • Promover a sua página
  • Enviar pessoas para o seu site
  • Aumentar as conversões do seu site
  • Obter instalações da sua aplicação
  • Aumentar interação com a sua app
  • Alcançar pessoas que estão perto do seu negócio
  • Promover um evento para conseguir mais participantes
  • Permitir que pessoas reclamem uma oferta sua
  • Obter visualizações de um vídeo
  • Conseguir mais leads para o seu negócio

Qual destas é que lhe interessa mais a si? É importante perceber o que quer ganhar com os anúncios do Facebook.

objetivos anúncio facebook

Se procura mais visibilidade, recomendo que promova uma publicação. Conseguir leads e cliques para o seu site também é eficaz, mas mais caro.

Um conselho: a maior parte das pessoas que estão no Facebook não estão em modo comprador. Isto quer dizer que é muito difícil conseguir que alguém venha do Facebook e compre um produto/serviço no seu site.

Segundo um estudo de 2015 da Smart Insights, as redes sociais apenas contribuem para 1% das vendas dos sites de E-Commerce americanos.

vendas por fonte de tráfego online

Vou repetir: 1%. Compare isso com os valores do tráfego orgânico (21%) e do Email (18%).

Repare agora na média de tempo no site por fonte de tráfego.

Média de tempo que visita fica em site por fonte de tráfego

Mais uma vez, o Facebook é dos mais baixos. Isto quer dizer que não vale a pena usar Facebook ads? Não. Estes números apenas ajudam a perceber o que não esperar do Facebook.

É uma boa forma de expandir a sua marca e de chegar a mais pessoas. Se é isso que quer, então ficará contente com os seus resultados.

A minha recomendação, use o Facebook para promover conteúdo. Artigos, ofertas, promoções, novos lançamentos. É a melhor forma de tirar partido desta plataforma e dos seus anúncios. 

3º Passo – Escolher o Seu Público-Alvo

 

Agora que já escolheu o seu objetivo, está na altura de escolher quem vai ver os seus Facebook ads.

Existem várias hipóteses de escolha do público alvo:

  • Localização
  • Idade
  • Sexo
  • Idioma
  • Opções avançadas
  • Ligações prévias à sua página

Escolha do público para anúncios Facebook

Se não escolher bem o seu público-alvo, está a deitar dinheiro fora. Por duas razões:

  • Quanto melhor o seu “targeting”, mais barato ficam os cliques
  • É mais provável que essas pessoas venham a comprar o seu produto/serviço

O CTR (Click Through Ratio), é a percentagem de pessoas que clicam no seu anúncio. O Facebook tem uma política de apenas mostrar anúncios relevantes. Isto quer dizer que premia as páginas que criam anúncios relevantes.

O que é um anúncio relevante? É quando as pessoas interagem com ele, quando clicam nele. Quanto menos cliques, menos relevante é o anúncio para o público que você escolheu. Para premiar os anúncios relevantes, o Facebook reduz o seu custo por clique, quanto maior for o seu CTR.

Noah Kagan

Noah Kagan, ajudou a criar esta plataforma de anúncios do Facebook e tem alguns conselhos para lhe dar sobre a escolha do seu público-alvo.

Estratégias Para Escolher o Melhor Público-Alvo

 

Se está indeciso acerca do seu público-alvo, aqui ficam 6 dicas para escolher o seu público ideal:

1. Escolha os seus 10 melhores clientes e coloque o seu nome ou email na barra de procura do Facebook. A seguir, procure nos seus “gostos” e crie uma folha de trabalho onde coloca estes interesses. O seu objetivo e descobrir 1 ou 2 interesses que sejam comuns a todos eles. Esses são os interesses que vai colocar quando criar o seu público-alvo.

facebook email de cliente

Facebook gostos do cliente

2. Vá a uma página de um concorrente e veja quem fez “gosto” na página e nas suas publicações. Clique nos seus perfis e faça o mesmo que fez para o número 1.

analisar gostos da concorrência no Facebook

3. Se estas duas primeiras opções não funcionarem para si, pode sempre escolher o público de um concorrente como o seu público-alvo (escolha pessoas que fizeram “gosto” a essa página).

Um conselho: não deixe que o Facebook escolha interesses gerais. É demasiado abrangente e vai estar a mostrar a o anúncio a pessoas que não estão interessadas.

página de marketing digital facebook

definir página de concorrente como público-alvo facebook

4. Reduza o tamanho do seu público-alvo. Quanto mais específico for, mais pequeno será o público. Isto aumenta a possibilidade de chegar a pessoas que estão interessadas. Não só reduz os seus gastos com Facebook Ads, como aumenta a sua rentabilidade.

5. Não compre likes. Eu sei que isto é uma opinião polémica, mas deixe-me explicar. A maior parte das pessoas que fazem “gosto” não vão ler os seus posts no Facebook, porque não lhes chegam. O alcance orgânico (não pago) de uma página do Facebook é menos de 10%. A melhor forma de comunicar com o seu público é através do Email.

não comprar gostos no facebook

Aproveite o Facebook por aquilo que ele vale. Não o torne o centro da sua estratégia de comunicação. Ter “gostos” comprados, quase nunca serviu o interesse de alguma empresa. Ao invés disso, é preferível atrair tráfego para uma “landing page”, onde pode ficar com a sua informação de contacto (E-mail).

Para saber mais sobre o que é uma landing page e como criá-la, veja o nosso artigo aqui.

6. Ao início, evite mostrar os seus Facebook Ads ao tráfego móvel. É provável que o seu site esteja mal otimizado para móvel e que não consiga aproveitar tão bem essas visitas. O tráfego móvel é mais complexo e requer um tratamento especial. Para saber como adaptar-se ao tráfego móvel, leia mais aqui

4º Passo – Escolher o Seu Orçamento

 

Para ter uma presença eficaz no Facebook, não precisa de gastar muito. Quer ter bons resultados com um orçamento pequeno?

E se eu lhe disser que isso é possível com apenas 5 € por dia? (+- 20 R$)

A seguir, passo a explicar 3 estratégias para aproveitar o seu orçamento ao máximo. Se quiser pode ajustar o orçamento às suas necessidades mais tarde.

Criar um Público-Alvo de Fãs

 

Não falei há pouco de públicos personalizados por uma razão. Vamos falar deles agora.

onde escolher públicos facebook

Se está apenas a começar a sua página de Facebook, é natural que queira crescer. A melhor forma de o fazer, é focar-se nas pessoas que já gostam e conhecem a sua marca. Este público já está investido em si e é mais provável que “goste” da sua página ou do conteúdo que promove.

1. Use a sua lista de contactos Email

 

Para usar esta opção, clique em criar público personalizado e depois escolha a primeira opção.

opções público personalizado anúncio Facebook

A seguir vai ter 3 hipóteses de carregar a sua lista de contactos:

  • Carregar um ficheiro
  • Copiar e colar uma lista personalizada
  • Importar a lista diretamente do sue fornecedor de serviço e-mail.

Se não tiver um fornecedor de serviço de email, pode criar um ficheiro .CSV com os endereços de email dos seus contactos. O Facebook faz o resto automaticamente.

2. Criar uma lista com pessoas que visitam o seu site ou um site específico

 

Este é uma das ferramentas mais poderosas dos Facebook Ads. As pessoas que já visitaram o seu site, irão responder melhor ao seu anúncio do que pessoas que não conhecem a sua marca.

Para criar este público personalizado, precisa de instalar um pixel no header do seu site.

pixel personalizado facebook

O Facebook deixa-o criar um público baseado no seu tráfego nos últimos 30, 60, 90 e 180 dias. Melhor ainda é o facto de poder mostrar o anúncio a pessoas que ainda não são fãs da página, mas que já visitaram o site.

São os “gostos” mais fáceis que alguma vez terá.

3. Criar um público semelhante

 

Muitos dos seus utilizadores – visitas do site, fãs do Facebook, subscritores – têm interesses parecidos. Não seria excelente poder mostrar o seu anúncio apenas a essas pessoas? Agora é possível, com a criação dos públicos semelhantes.

Pode criar um público personalizado, onde apenas mostra o seu anúncio a pessoas com características parecidas aos seus utilizadores atuais. É mais provável que essas pessoas estejam interessadas no seu produto/serviço.

públicos semelhantes anúncios facebook

Para criar um público semelhante, comece por clicar no topo do seu Ads Manager e a seguir em públicos. Clique em criar público semelhante e na fonte, escolha a opção que deseja (fã da sua página, quem visita o site, etc).

Por fim, escolha o país e o tamanho que deseja para o seu público semelhante.

público semelhante brasil facebook

Um conselho: crie vários públicos semelhantes. Um para cada fonte de tráfego : o seu site, a sua página, a sua lista de contactos de email. Assim, pode ir alterando os anúncios consoante o seu objetivo.

5º Passo – Criar o Seu Anúncio

 

O sucesso dos Facebook Ads depende de duas coisas:

  • A escolha de um público determinado (mostrar apenas a potenciais interessados)
  • Um bom design (atrai utilizadores e cria interesse no seu produto)

Esta é a última fase antes de publicar o seu anúncio. Dependendo do objetivo inicial que escolheu, surgem diferentes opções na criação do formato do seu anúncio.

Só para dar 2 exemplos:

  • Se o seu objetivo é promover a sua página, este é o ecrã que lhe aparece no Ads Manager.

facebook cliques para site

  • Se o objetivo for atrair pessoas ao seu site, isto é o que aparece.

formato anuncio facebook cliques para site

Como pode ver, as opções de anúncios são diferentes. Por enquanto, vamos focar-nos em anúncios de uma ou mais imagens.

Para anúncios de uma imagem, o Facebook tem uma série de recomendações:

  • Tamanho da imagem recomendado: 1200 x 628 pixels
  • Proporção da imagem: 1.9:1
  • Texto: 90 caracteres
  • Título: 25 caracteres
  • Descrição da ligação: 30 caracteres
  • A sua imagem não pode ter mais de 20% de texto.

Anúncio Facebook com 1 imagem

Por outro lado, se quiser usar várias imagens (formato carrossel), as recomendações do Facebook são:

  • Tamanho da imagem recomendado: 600 x 600 pixels
  • Proporção da imagem: 1:1
  • Texto: 90 caracteres
  • Título: 40 caracteres
  • Descrição da ligação: 20 caracteres

formato carrossel facebook

Teste Sempre Vários Designs Diferentes

 

Nunca assuma nada. Teste tudo. Não interessa o seu nível de conhecimento ou experiência em anunciar no Facebook. Teste sempre o seu design e o público-alvo.

Cada vez que criar uma nova campanha, tenha sempre pelo menos 9 designs diferentes para os seus Facebook Ads. Pode testar 3 imagens e 3 textos diferentes (3 imagens x 3 textos = 9 anúncios diferentes).

Repare nestes dois anúncios do Facebook da UBER.

a b teste facebook uber

Não só testaram as imagens como também alteraram o texto. Um ponto interessante é que as imagens de pessoas convertem melhor do que desenhos ou fotografias de objetos. Segundo a AdEspresso, o custo por download reduziu 50% depois de mudarem os seus anúncios para incluir fotografias de pessoas.

Teste tudo. Não se fique só pela imagem. Ao mudar o design, está também a evitar que o público fique cansado de ver os seus anúncios.

Use um Apelo à Ação

 

Os apelos à ação têm dois propósitos:

  • Aumentam a interação com o seu anúncio
  • Reduzem o seu custo por conversão

apelo à ação Facebook

Existem vários exemplos de apelos:

  • Experimente Grátis
  • Receber Agora
  • Reserve um Lugar

Os apelos à ação são importantes porque reduzem a fricção. A pessoa sabe o que vai acontecer a seguir a clicar, e isto reduz o número de pessoas que “fogem” a seguir a clicar. Todos sabemos que quando lemos “Subscrever Agora”, vamos ter de dar o nosso email. Só clica se estiver disposto a fornecer o seu email.

Um conselho: evite apelos nebulosos ou inteligentes. A pessoa tem de saber o que acontece a seguir a clicar no seu anúncio do Facebook. Seja claro e ofereça um benefício, uma razão boa para clicar.

Conteúdo Gerado por Clientes (CGC) e Prova Social

 

Segundo a KissMetrics, os Facebook Ads que usaram conteúdo gerado por clientes (CGC) tiveram:

  • 300% mais cliques (CTR)
  • 50% menos custo-por-clique (CPC)
  • 50% menos custo-por-aquisição (CPA)

Vender no Facebook não é fácil, mas fica muito mais fácil quando usa prova social e conteúdo gerado pelos seus clientes. O que é conteúdo gerado por clientes? Uma fotografia enviado por utilizadores ou uma crítica positiva ao seu produto.

critica cliente positiva atrai atenção facebook

Se quiser tirar partido de CGC nos Facebook Ads, siga estes 3 princípios:

  • Texto curto tem melhor performance
  • Não use a palavra “críticas” ou “opiniões”. Transcreva a frase e mostre a classificação (5 estrelas)
  • Meta a opinião na parte inferior do anúncio. A parte superior deve focar-se na sua mensagem 

facebook cliente satisfeito

O exemplo em cima é usado para promover cliques para um site. Repare na opinião “Estou apaixonado pelo produto”.

Nas redes sociais, as pessoas não gostam de ser “vendidas”. Evite usar palavras comerciais e jargão de anúncio como “Excelente serviço”. Querem uma experiência mais pessoal, na qual se podem rever. Use palavras como “eu”, “meu” ou “nós”.

Como Usar Prova Social nos Facebook Ads

 

Medo. É o seu pior inimigo. Se as pessoas tiverem medo não clicam. Se tiverem medo, não compram.

Ninguém quer perder dinheiro porque escolheu mal ou comprou um serviço fraco. É por esta razão que os serviços grátis funcionam tão bem. Sem risco, as pessoas não têm medo de experimentar. Mas isso é outra história, para um artigo diferente.

Como pode combater o medo nos anúncios do Facebook?

prova social anúncio do Facebook

Assim. Repare como a Dropbox usou estes dois princípios.

  • Oferta gratuita de 14 dias.
  • Junte-se a mais de 90000 empresas que usam o Dropbox para negócios.

Esta é uma boa alternativa para quem não tem opiniões ou críticas de utilizadores. Aproveite a sua base de clientes. Mostre os seus números. Quem não confia numa empresa que tem 90000 clientes como a Dropbox?

Se tanta gente usa, deve ser bom. Pelo menos devo experimentar, ainda por cima tem um período gratuito de 14 dias. *Clique*

6º Passo – Analisar os Resultados dos Seus Facebook Ads

 

Vamos só recapitular o que fez até agora:

  • Escolheu a plataforma para criar o seu anúncio no Facebook
  • Escolheu um objetivo para a sua campanha
  • Criou um público-alvo a quem quer mostrar o anúncio
  • Determinou qual o orçamento diário ou total
  • Criou vários designs para a campanha

Se já criou o anúncio e deixou correr durante uns dias, chegou ao último passo. Está na altura de analisar os seus resultados.

medir resultados dos anúncios do Facebook
Imagem: Joethegoatfarmer

Existem várias métricas, que ajudam a perceber a performance dos seus anúncios. Não vou enumerar todas, até porque muitas são inúteis. Vou falar-lhe das 9 que interessam:

1. Impressões – o número de vezes que o seu anúncio foi mostrado. Não confundir com Alcance, que mostra o número de pessoas individuais que viram o seu anúncio.

2. Custo Por 1000 Impressões (CPM) – o custo médio de mostrar o seu anúncio 1000 vezes. Varia consoante a procura para pessoas no seu público-alvo. Quanto mais empresas quiserem anunciar a esse público, maior o seu CPM.

Por esta razão, o seu CPM pode variar:

  • Pela hora do dia. Anunciar a meio da noite é mais barato
  • Consoante o dia da semana

3. Frequência – o número médio de vezes que cada pessoa viu o seu anúncio no Facebook. Esta métrica é muito importante. Não quer criar cansaço e saturação de anúncios no seu público. Tente não ultrapassar 4 para anúncios no Feed de Notícias e 8 para a coluna da direita.

4. Orçamento usado – quanto é que já gastou até agora.

5. Cliques – o número de cliques que o seu anúncio recebeu.

6. Taxa de cliques (CTR) – a percentagem de pessoas que viu o seu anúncio e clicou nele. Para calcular esta taxa, pegue no número de cliques e divida pelo número de impressões.

7. Custo por Clique (CPC) – quanto pagou em média por cada clique no seu anúncio. Calcula-se dividindo o orçamento gasto pelo número de cliques.

8. Registos, Leads ou Vendas – número de pessoas que se registaram, subscreveram ou compraram na página de destino a seguir a clicarem no seu anúncio.

9. Custo por registo, lead ou venda – quando pagou em média por cada uma destas ações.

As Médias de CPM e CPC em Portugal e no Brasil

 

Tem os números da sua campanha. Como pode saber se está a gastar demais ou não?

facebook cpm brasil 2015

A Salesforce dá-nos os dados de 2015 onde podemos ver que o Brasil tem um CPM (custo por mil impressões) médio de $1.30.

É importante notar que este valor aumentou 15% relativamente ao estudo anterior. Mesmo sendo o valor mais baixo do gráfico, os custos com Facebook  Ads continuam a crescer no Brasil.

facebook cpc brasil 2015

Quanto ao custo por clique, o Brasil situa-se entre os $0.12 e os $0.13. Menos de metade do segundo país mais alto, a Alemanha. Como podemos calcular estes valores para Portugal? Não é uma fórmula exata, mas podemos usar os dados de 2012 e tentar fazer a comparação com hoje.

facebook performance anuncios ctr cpc cpm brasil e portugal

Em 2012, a mesma Salesforce publicou um famoso estudo, onde inclui dados sobre o top 25 dos países no Facebook.

Nessa altura, o CPM de Portugal e Brasil eram: $0.33 e $0.34. O CPC dos dois era: $0.10 e $0.08.

O que quer isto dizer? O cenário alterou-se desde então, mas não será excessivo fazer a correlação destes valores com os dias de hoje. Os números entre os países devem manter-se relativamente parecidos.

Antes De Terminar: 3 Pontos Importantes

 

Agora que sabe tudo o que precisa para criar Facebook Ads que funcionam, não queria deixar de lhe dar 3 dicas finais. Estes 3 conceitos irão ajudá-lo a aumentar a sua taxa de cliques e o número de conversões na página de destino.

1. Seja Consistente

 

Um dos conceitos mais importantes e mais esquecidos na indústria dos anúncios no Facebook.

Ser consistente reduz a fricção e ajuda os seus utilizadores a chegar onde querem chegar. Se alguém clicou no seu anúncio, é porque gostaram da imagem, da mensagem e daquilo que tem para oferecer.

Depois de clicar, deviam chegar a uma página que reforça aquilo que viram no anúncio. Por outras palavras, não devem chegar a uma página que não tem ligação direta com aquilo acabaram de ver.

  • O título da página deve ser igual ao texto do anúncio.
  • A imagem do anúncio deve aparecer na página.

falta de consistência em anúncio do Facebook

O conteúdo tem ser o mesmo (se promete um desconto de 50% num artigo, não envie a pessoa para uma página geral, onde a pessoa tem de procurar pelo artigo. Envie a pessoa para a página do artigo)

As pessoas decidem em segundos, se querem manter-se num site ou não. Imagine o seguinte cenário: uma pessoa clica num anúncio do Facebook porque gostou do par de sapatos vermelhos que aparece. A seguir, chega a uma página com dezenas de sapatos e nenhum é vermelho.

O que acha que acontece? Vai-se embora. Não cometa este erro. Seja consistente e aumente os seus resultados.

2. Crie Perfis de Consumidor (Buyer Persona)

 

Todas as empresas têm um cliente ideal. O seu anúncio deve refletir o perfil dessa pessoa.

Agora entra a parte mais complexa: muitas empresas têm mais do que 1 tipo de cliente ideal. Têm vários perfis de consumidor (buyer personas). O problema, é que mesmo assim, criam apenas 1 variação de anúncio e mostram esse anúncio a todo o seu público-alvo.

Terá muito melhores resultados, se criar Facebook Ads para cada perfil de cliente:

  • Aumenta o seu retorno de investimento. Como está a mostrar um anúncio desenvolvido de propósito para essas pessoas, é  mais provável que cliquem. Isto reduz os seus custos e aumenta os resultados.
  • Atrai clientes mais valiosos. Cria anúncios relevantes para a pessoa, que falam das suas necessidades e desejos diretamente.

cliente ideal facebook retorno investimento

Imagem: Joethegoatfarmer

Como criar esse perfil? Para cada um desses clientes, preencha estas informações:

  • Nome
  • Género
  • Etnia/Raça
  • Idade
  • Local
  • Linguagem
  • Nível Salarial
  • Estatuto Profissional
  • Nível Educação
  • Necessidade Principal
  • Aspirações
  • Hobbies
  • Marcas favoritas
  • Sites favoritos
  • Hábitos consumo
  • Descrição Pessoal

Ainda não está convencido? Então repare neste estudo da Zongby Analytics.

Realizaram um estudo onde uma das questões era: “Prefere que os anúncios na Internet sejam sobre produtos e serviços generalizados ou que os anúncios apenas reflitam os seus interesses?”

preferência na mostragem de anúncios online

A resposta foi esmagadora: 40.5% responderam que preferiam anúncios sobre os seus interesses. Apenas 16% preferem anúncios generalizados.

Quer um exemplo específico? Repare nestes dois Facebook Ads da AdEspresso.

perfil de consumidor facebook

O primeiro é dirigido a empresas de Média e o segundo a Startups. Criando um anúncio para cada perfil de cliente, a AdEspresso consegue melhorar os seus resultados junto desses clientes.

3. Mostre o Anúncio no Sitio Certo

 

O sítio onde mostra o seu anúncio no Facebook é essencial para melhorar os seus resultados.

facebook anúncio desktop feed notícias

Desktop NewsFeed – a coluna central de notícias do Facebook. Excelente para criar interação com a sua publicação, gerar leads e cliques para o seu site. Permite escrever mais texto, melhorando a descrição do seu produto/serviço. É também solução ideal para se promover a pessoas que não conhecem a sua marca.

facebook anúncio coluna da direita

Desktop Coluna da Direita – menos eficaz mas mais barato. Imagens mais pequenas e pouco texto. Não permite descrever o seu serviço/produto, logo apenas aconselho usar estes anúncios para públicos que já o conhecem. Use uma imagem que seja familiar.

facebook anúncio móvel

Newsfeed Móvel – a coluna central no Facebook móvel, ideal para conseguir interação e instalações da sua app móvel. Também pode servir para dar a conhecer a sua marca, mas não espere muitas vendas. O truque, é dar-se a conhecer no móvel, e as pessoas no dia a seguir compram no Desktop.

O que fazer agora?

 

Estes sãos os 6 passos para criar Facebook Ads que funcionam. Um anúncio que terá bons resultados, ajudando o seu negócio a crescer.

1º Passo – Escolha um editor de anúncios adequado

2º Passo – Trace um objetivo para a sua campanha

3º Passo – Escolha o seu público-alvo

4º Passo – Determine o seu orçamento diário ou total

5º Passo – Crie o anúncio

6º Passo – Medir os resultados

Agora aconselho-o a ler as 2 estratégias avançadas que preparámos para si.

 Faça Download deste mega artigo de 4000 palavras em PDF e receba ainda 2 estratégias avançadas que irão elevar os seus resultados ao próximo nível 
 

Comece a criar uma campanha de sucesso no Facebook hoje.

Até ao próximo artigo, continue a crescer online de forma inteligente.

Imagem Inicial: Howard Lake

Siga-nos nas redes sociais

    

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *